Notícias »noticia

03/05/2021 às 11:50


Caminhoneiros estão mais sujeitos a problemas musculoesqueléticos devido ao trabalho


Os caminhoneiros podem ter até três vezes mais probabilidade de terem distúrbios musculoesqueléticos (DME) em decorrência do trabalho do que outros profissionais. A análise foi realizada por Firdaous Sekkay, estudante de doutorado em engenharia industrial na Universidade Polytechnique Montreal, do Canadá.

Ele acompanhou a rotina de trabalho de 123 caminhoneiros, com idades entre 27 e 71 anos, de seis regiões do Canadá. 63 motoristas trabalham com viagens de longas distâncias e 60 motoristas operam caminhões em rotas de curta distância.

Os resultados do trabalho mostram que 43% dos caminhoneiros havia sofrido pelo menos um DME em 2020. A média geral, para todos os tipos de trabalhadores, é de 16%.

As áreas do corpo mais afetadas por problemas são:

  • 29% para membros superiores;
  • 22% nas costas;
  • 20% nos ombros;
  • 17% nos membros inferiores;
  • 15% no pescoço.

Causas

O estudo mostra que os motoristas ficam mais propensos a problemas por diversos motivos, entre eles a idade, doenças pré-existentes, condições físicas e estilo de vida, além das operações da rotina do trabalho, como colocar a lona sobre a carga.

Além disso, o motorista pode realizar trabalhos em posturas cansativas, restritivas ou desconfortáveis, que tencionam as articulações de forma exagerada.

Por exemplo, o trabalho inclinado, agachado, ajoelhado, ou entendendo os braços, para verificar a carga, amarração, componentes do veículo e outros.

Outra questão é o esforço. De acordo com o estudo, nem sempre o esforço está relacionado com o manuseio de objetos pesados, mas sim na intensidade da força necessária para realizar a tarefa, qual é a parte do corpo envolvida, direção do esforço, a pegada, postura, entre outros. Além disso, o esforço pode ser muito grande, longo, repentino, assimétrico ou cumulativo.

Os DMEs também podem ocorrer por realização de tarefas por muito tempo em uma única posição, como ficar sentado, que é a rotina diária do caminhoneiro. Outra questão é a repetitividade das tarefas.

Outro ponto determinante para as lesões é o tempo entre a execução das tarefas. Se algo for realizado repetidamente, não há tempo hábil para o organismo descansar.

Por fim, outra questão importante é a exposição a agentes externos, como vibração, pressão mecânica, temperatura, e outros, muitas vezes oferecidos pelo próprio caminhão.

Além dos procedimentos normais, os caminhoneiros acabam ficando mais sujeitos a acidentes nas operações, como quedas e escorregões, devido a ter que subir e muitas vezes se pendurar no veículo.

Outra questão importante para os DMEs são a falta de sono ou o sono ruim.

Como evitar

O estudo também propôs formas para que os motoristas evitem os DMEs, e também recomendou formas das empresas evitarem que os motoristas tenham o problema.

Uma das formas propostas é a revisão do design e funcionalidade do ambiente físico dos caminhões, das rodovias e das instalações de carga e descarga, visando oferecer os menores riscos possíveis aos motoristas.

Já os caminhoneiros precisam se cuidar. Isso se dá com a realização de exercícios físicos, alongamentos, e também com o descanso necessário para evitar o problema.

Além disso, é recomendado que o motorista não realize tarefas de força bruta, como a descarga do caminhão, que deveria ser realizada por uma empilhadeira ou paleteira elétrica. Também cabe ao motorista a análise e cuidado com a exposição a riscos que não possam ser imediatamente eliminados.

Destaques do estudo

A maioria das dores que os motoristas sentem aparecem no pescoço, ombros e região lombar, sendo a incidência muito maior que na população geral.

Os motoristas que operam em rotas de longas distâncias relatam terem mais dores musculoesqueléticas do que os motoristas de curtas distâncias.

Além disso, o estudo mostrou que os motoristas de longa distância apresentam problemas por riscos psicossociais e estilo de vida, e os motoristas de curta distância por fatores de risco físico, como carga e descarga, e também pelo estilo de vida.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Por: Blog do Caminhoneiro


Mais sobre »noticia

  • Empresa lança quinta-roda com sistema anti-tombamento para o caminhão

    18/05/2021

    Infelizmente, por uma questão de fatores como erro de geometria das rodovias, sinalização deficiente,…

    »noticia

  • Empresa lança programa de renovação de frota para autônomos

    18/05/2021

    Uma das maiores demandas do segmento de transporte rodoviário de cargas nos últimos anos…

    »noticia

  • Scania vende 15 caminhões totalmente elétricos para a capital da Dinamarca

    18/05/2021

    Copenhague, na Dinamarca, é mais uma cidade europeia que irá ver de perto o…

    »noticia

  • Dono de loja de caminhões acusa FedEx de baixar KM dos caminhões antes da venda nos Estados Unidos

    18/05/2021

    Tom Layton é dono da empresa de venda de caminhões usados Nevada Fleet, da…

    »noticia

  • Mercedes-Benz surpreende caminhoneiros com campanha para o Maio Amarelo

    17/05/2021

    Na última sexta-feira, 14 de maio, a Mercedes-Benz lançou um vídeo de alerta para…

    »noticia

  • Por R$ 182 milhões, Sequoia compra a Transportadora Plimor

    17/05/2021

    A empresa Sequoia Logística e Transportes S.A. anunciou na última sexta-feira a conclusão do…

    »noticia


Recados


  • 27/03/2021 as 12:16
    RESENDE - RIO DE JANEIRO

    show essa radio radio divuga


  • 27/03/2021 as 12:09
    RESENDE - RIO DE JANEIRO

    Quero mandar um abraço a todos ouvintes dessa radio sou novo aqui mais tou adorando a programaçao


  • 13/03/2021 as 00:17
    Ipatinga - Mg

    Meu sonho é ir para estrada tocando um bichão no tapetão, tenho 35 anos 5 filhos, todos criados, carteira categoria D. Porque que tão difícil arrumar trabalho na área quando não se tem experiências?


  • 25/01/2021 as 19:00
    Fortaleza - Ceara

    Meus irmãos camioneiros e emocionante ter o praser de enviar estas mensagem cabíveis que o senhor Jesus visite Acaraú de vc que abençoa de deus e de acompanham cada um de vcs ainda vcs estiver Deus esteja com vocês meu Boa noite abraços qui Deus abraçoui


  • 25/01/2021 as 18:52
    Fortaleza - Ceara

    Meu queridos amigos camioneiro meu nome e Pedro brito esto desempregado alguém por favor mim ajude sou habilitado AE moro em Fortaleza ceagra amor camiao


  • 22/11/2020 as 10:02
    Platina - São Paulo

    Bom domingo a todos


  • 25/10/2020 as 13:40
    Sapucaia - Rio de janeiro

    Um abraço a tds amigos do trecho onde e q.estejam longe da familia proteçao divina ea familia medeiros de sapucaia rj.obrigado parabens pelo programa


  • 10/10/2020 as 20:09
    Pousoalegre - Mg Pousoalegre

    Boa noite meus amigos da rodagem


  • 30/08/2020 as 12:17
    JUNDIAI - SP

    um abraço a todos ai e um beijão pra minha filha Amanda Eugênia e pra minha mulher Daniela e pra toda minha familia. fica todos com Deus e tuuuuudibommmmmm


  • 22/08/2020 as 10:01
    PESQUEIRA - PE

    MANDA PRA MIM PÔR FAVOR UM NUMERO DO WATZAP, UM MEU E 87991187240 OK ABRAÇOS

Compartilhar

A voz dos caminhoneiros A voz dos caminhoneiros A voz dos caminhoneiros A voz dos caminhoneiros

Rádio Divulga Caminhoneiro Copyright © 2021 - Desenvolvido por Guaracast