Tráfego na BR-101, em São Miguel dos Campos (AL), deve ser retomado até junho

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) avança dia e noite com os trabalhos para solucionar uma ocorrência complexa de erosão causada por chuvas na BR-101, em São Miguel dos Campos, em Alagoas.

Desde a interrupção do tráfego no trecho, em junho de 2021, as equipes do Departamento estão mobilizadas e tratam a obra como prioritária. A previsão é de que ainda neste semestre o tráfego seja restabelecido de forma segura.

De imediato após a ocorrência, já foram tomadas as primeiras providências: as equipes informaram os desvios para usuários da rodovia e fizeram a execução de dispositivos de drenagem para desviar as águas pluviais que, devido à topografia local, se destinavam à erosão, evitando o agravamento da situação.

Em sequência, foram iniciados serviços preliminares da obra como limpeza e remoção de material solto proveniente do deslizamento do maciço. Como o período chuvoso no último ano se estendeu mais do que a média dos anos anteriores, foi necessário, na época, adiar serviços essenciais que fazem parte da solução de engenharia para a recomposição da estrada.

Assim que as chuvas diminuíram e as equipes avaliaram ser seguro e eficaz a continuação das obras, foi iniciada a execução dos caminhos de serviço e em seguida o lançamento de material pétreo, bem como a execução dos drenos – serviços que compõem a solução técnica definitiva para restabelecer o tráfego no trecho.

Neste momento, a obra da recomposição do corpo do aterro segue em execução com serviços como o lançamento de material pétreo, a execução de solo grampeado, a implantação de dispositivos de drenagem e outros.

Assim que ocorreu a interrupção, o Dnit divulgou que a rota para os veículos pesados seria por meio da BR-316, da AL-110 e em seguida retornando à BR-101 em São Sebastião, sentido norte-sul, e o inverso no sentido sul-norte. E para veículos leves, o desvio pode ser feito por meio das vias urbanas da cidade de São Miguel dos Campos.

Considerando o contrato de duplicação existente para a BR-101, que contempla o trecho da travessia urbana de São Miguel dos Campos, os novos serviços decorrentes da ocorrência de erosão no segmento serão absorvidos pelo acordo, garantindo mais economia e agilidade aos serviços.

Por Estradas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar Para Cima